FAQ: FII – Fundos de Investimentos Imobiliários

Entenda a diferença entre as taxas SELIC Meta e Over
04/08/2017
Exibir tudo

FAQ: FII – Fundos de Investimentos Imobiliários

Neste tópico, farei uma compilação das perguntas mais frequentes dos investidores de FII, uma modalidade de investimento que tem crescido bastante ultimamente. As perguntas foram colhidas no nosso grupo EXCLUSIVO sobre FII no facebook:

https://www.facebook.com/groups/investidoresdefiis/

 

P: O que são Fundos de Investimentos Imobiliários (FII)?

Os FII são fundos de investimento de condomínio fechado, geridos por um administrador cujo objetivo é investir em ativos imobiliários como shoppings, galpões, imóveis residenciais, imóveis de varejo, lajes corporativas, entre outros, e que pode, também, investir em ativos de dívida imobiliária como LCI e CRI.

Logo, ao investir em fundos imobiliários você se torna proprietário de pequena parte (cotas) de um ou de vários imóveis que compõem aquele fundo. E como proprietário de um imóvel, você recebe os rendimentos gerados, como aluguéis mensais, chamados proventos.

 

P: Os FII são como os fundos de investimentos de bancos?

Não, os FII são caracterizados como fundos fechados, ou seja, não permite resgate parcial ou total das cotas. Isso significa que os FII são negociados exclusivamente em bolsa de valores ou balcão organizado. Não compare com fundos de renda fixa, fundos de ações ou fundos multimercados.

 

P: Quais as vantagens de se investir em FII ao invés de imóveis diretamente?

– Menor Custo: Comparativamente à aquisição direta em imóveis, o investidor de FII não terá gastos com ITBI, taxas de certidões, reconhecimentos de firma, cópia de documentos, escritura, registro, comissão de imobiliária, entre outros, o que normalmente fica em torno de 5% do valor do imóvel.

– Acesso a investimento em imóveis de qualidade: Possibilita a qualquer investidor, independente do porte, investir em empreendimentos imobiliários de alta qualidade, através da compra de quotas, tantas quantas sua disponibilidade financeira permitir.

– Diversificação: O investidor pode compor sua carteira com quotas de vários Fundos, atuantes em segmentos diversos, como shoppings, indústria, logística, hotéis, imóveis comerciais ou residenciais, etc. O risco de inadimplência ou vacância também fica pulverizado entre os diferentes locatários. Além disso, o investidor tem a oportunidade de acessar empreendimentos em diversas localidades e mitigar fatores regionais.

– Fracionamento: Possibilita a compra ou venda de quotas por unidade, ou seja, o investidor poderá colocar suas ordens de compra de acordo com sua disponibilidade, ou sua ordem de venda, de acordo com sua necessidade financeira.

– Transparência: Como as quotas são negociadas no ambiente Bovespa e tem a visualização de todo o mercado financeiro, possibilita-se uma negociação pelo melhor preço no momento.

– Comodidade: Quanto à gestão, no caso de FII, o investidor tem a comodidade de não ter preocupações de administração dos imóveis, com cobrança e renovação de contratos, manutenção, recolhimento de impostos, entre outras. Todas essas tarefas serão desempenhadas pelo administrador do fundo, profissional de mercado e sob a responsabilidade de uma instituição financeira.

– Benefícios Fiscais à Pessoa Física: Isenção de IR sobre os rendimentos mensais recebidos pelos cotistas, ao contrário da tributação incidente em aluguéis recebidos pelo detentor de um imóvel – IR com alíquota progressiva de 0% até 27,5%.

 

P: Como comprar ou vender cotas de FII?

As cotas dos FII são negociadas na bolsa de valores. Para “operar” na bolsa de valores, você precisa ter uma conta em uma corretora, e pode comprar/vender cotas através do Home Broker ou plataforma da corretora. Exatamente da mesma forma que uma ação comum.

 

Quer aprender tudo sobre FIIs com experts no assunto? Faça o melhor curso de FIIs do mercado. Clique aqui. Aproveite desconto de 33%. Cupom INVESTIDORESFIIS

 

P: Existe um valor mínimo ou quantidade mínima de cotas para comprar/vender?

Não, os FII são negociados em cotas individuais. Pode-se comprar 1 ou 1000 cotas, conforme desejar. Os valores das cotas variam de R$ 1,00 a R$ 4.500,00, dependendo do FII.

 

P: Onde posso obter informações sobre os FII?

Existem sites especializados em fornecer informações relevantes e atualizadas aos investidores. Um dos principais é o ClubeFii, que pode ser acessado pelo link:
http://bit.ly/investidoresdefiisCF

 

P: Qual corretora escolher?

Essa é uma decisão muito pessoal. O ideal seria conversar com outros investidores e trocar opiniões. Algumas cobram mais, algumas tem outras opções de produtos, algumas fornecem um atendimento melhor. Enfim, procure se informar. Se você busca redução de custos, posso recomendar 2 opções:

Modal: Não cobra custódia e não cobra corretagem para FII.

Socopa: Não cobra corretagem para FII. Custódia (R$ 10,00) é isentada houver pelo menos uma operação que gere corretagem, como a compra/venda de ações.

 

P: Precisa ter o dinheiro na corretora para comprar ou pode depositar depois?

Sim, o dinheiro precisa estar na sua corretora para que você consiga enviar uma ordem de compra. O valor disponível tem que ser suficiente para cobrir o valor da ordem e dos custos operacionais.

 

P: Quais os custos operacionais envolvidos na compra/venda?

Para cada negociação de compra/venda, existem custos específicos. Alguns cobrados pela B3 pela operação, e alguns cobrados pela corretora. São eles:

(B3) Taxa de liquidação = 0.0275% sobre o valor total (sempre)

(B3) Emolumentos = 0,004994% (sempre)

(Corretora) Corretagem = Valor por operação (pode cobrar ou não)

(Corretora) ISS = 4,95% sobre valor da corretagem (só cobra se houver corretagem)

Também existe o custo mensal de custódia, cobrado pela corretora por manter sua carteira de renda variável gerido por ela. Algumas corretoras não cobram ou isentam esse valor.

 

P: Após comprar/vender FII, quais documentos guardar e onde consegui-los?

Recomendo sempre guardar as Notas de Corretagem. Elas contêm todos os dados relevantes das suas negociações durante um pregão. Elas devem ser obtidas na sua corretora, sempre no dia seguinte ao pregão em questão.

 

P: Qual melhor forma de aprender a investir em FII?

Recomendo fazer um curso focado no assunto. Isso reduzirá o tempo de procura/estudo em alguns meses. Temos um curso parceiro do grupo que é muito bom e está com desconto. Aproveite, invista em conhecimento que é o melhor investimento:
http://bit.ly/IdFCursoREx
Cupom: INVESTIDORESFIIS

 

P: Qual melhor relatório assinar para acompanhar o mercado de FII?

Recomendo os relatórios do analista Rodrigo Medeiros. Eles são, disparado, os melhores e mais baratos relatórios do mercado. Tem 3 opções de assinatura:
Mensal: http://bit.ly/IdFRRMM
Trimestral: http://bit.ly/IdFRRMT
Semestral: http://bit.ly/IdFRRMS

 

Este post será atualizado constantemente. Ainda possui alguma dúvida?
Entre para o nosso grupo exclusivo sobre FII e troque experiências com quase 5% dos investidores de FII do Brasil:

https://www.facebook.com/groups/investidoresdefiis/

 

 

Leandro Masotti
Leandro Masotti
Leandro Masotti é gaúcho e tem 31 anos. Empresário, formado em Administração de Empresas com habilitação em Análise de Sistemas pela FSG. Possui MBA em Gestão da Tecnologia da Informação pela UCS. Acredita que quando se ama o que faz, não se trabalha um dia na vida. Investidor desde adolescente, dedica seu tempo livre à educação financeira e incentivando as pessoas a investirem melhor. Hobbies: games, viagens e vinhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *